domingo, 4 de setembro de 2011

MEDIUNIDADE - CONCEITOS



MEDIUNIDADE - CONCEITOS
 
Mediunidade... Semente
De sublime claridade,
Que, no entanto, só floresce
Na gleba da Caridade.
*
O médium que não aprende
A ter amor ao Ideal,
Pode saber o que for,
Mas não sabe o essencial.
*
Todo médium que não tem
Preocupação em servir,
É só uma questão de tempo
Escorregar e cair...
*
Mediunidade e dever
Em justa combinação,
Não admitem no médium
Nenhuma outra ambição.
*
Em quem por amor é médium
E pela Causa trabalha,
Tropece, embora ao falar,
Palavra não atrapalha.
*
Mediunidade... Não sei
Como há de ser no futuro,
Porém, até que ele chegue
O trabalho é longo e duro.
*
O médium que, na tarefa,
Numa aventura se atira,
Para nela se manter
Recorre a muita mentira.
*
Quando o médium se imagina
Alguém diferenciado,
Seu processo obsessivo
Já é fato consumado.
*
No médium que não se apaga
Sob o aplauso que seduz,
O brilho que traz por fora
Não tem nada a ver com luz.
 
EURÍCLEDES FORMIGA
 
(Página recebida pelo médium Carlos A. Baccelli, em reunião pública do Lar Espírita “Pedro e Paulo”, na manhã de sábado do dia 20 de agosto de 2011, em Uberaba – MG.)
 
 


***
Questão 958: POR QUE O HOMEM TEM INSTINTIVAMENTE, HORROR AO NADAResposta-:  Porque o nada não existe.-Livro dos Espíritos, 65ª edição-tradução de J. Herculano Pires.