sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

O PODER DA PALAVRA

O PODER DA PALAVRA

A palavra é algo que UNE ou DESUNE...
tem poder destrutivo ou unificador...

Quando usamos a palavra sem consciência do poder vibratório do som e sob a ilusão da divisão... formas de criticismo, julgamento, egoistas, com... a intenção de ferir ... de destruir... elas constroem uma parede de separação... por vezes leva muito tempo a quebrar essa parede...

São palavras que matam os impulsos vibrantes da Alma.... cortam a raiz da vida....

A vida em construção a cada momento... onde o lado criativo da experiência é morto á nascença...

Palavras onde o mundo ilusório do orador é mantido e assim retardam a sua libertação... um dia retornam para quem as pronunciou...

Produzem uma prisão que envenena todas as fontes de Vida...
Cada verbalização na vibração destrutiva onde a culpabilização reina reforça o passado e condiciona o futuro...

As palavras inúteis atrasam a evolução ...
Assim como as palavras criativas ... que dão ênfase ao crescimento em comum, independentemente da oposição de valores ... ou a verdade vista de um outro prisma.... essas aceleram a evolução...

Não temos que pensar igual... valorizar igual... muito menos sermos iguais...

Não temos que seguir o caminho que o outro escolheu se a Nós não nos faz sentido.... mas devemos ter o foco inteligente do magnetismo presente... ou seja... a clareza do porquê essa experiência veio a Nós...

Essas formas pensamento verbalizadas são pura Luz....
Luz é apenas Consciência....

Ruth Fairfield