quinta-feira, 29 de setembro de 2011

PRIMAVERA

PRIMAVERA
 
A primavera no prado
Toda vestida de flores
Trouxe lençóis multicores
Que brilham ao sol dourado.
 
                    Parece a festa das cores
                    No caminho perfumado,
                    Para a alegria do arado
                    E a paz dos trabalhadores.
 
Minúsculos passarinhos
Entoam, nos altos ninhos,
Cantos de amor e inocência...
 
                    A Natureza revela,
                    Sublime, ditosa e bela,
                    As luzes da Providência!...
 
Livro:  Jardim da Infância
            Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito João de Deus
            FEB – Federação Espírita Brasileira